Qual seu risco de ter hérnia lombar?


Um dos maiores estudos feitos para investigar a degeneração do disco da coluna lombar foi publicado na revista Arthritis & Rheumatology, chamado The Association of Lumbar Intervertebral Disc Degeneration on MRI in Overweight and Obese Adults, avaliou mais de 2500 adultos obesos e revelou que eles são significativamente mais propensos a ter hérnia de disco na região lombar do que aqueles com um índice de massa corporal (IMC) normal. Um IMC maior que 23,3 apresentou um elevado riscoPortanto, uma forma indireta de saber o risco de ter hérnia de disco lombar é calculando seu IMC e verificar se está acima ou abaixo de 23,3.
 Calcule abaixo o seu risco de hérnia de disco:

Calculadora de IMC

Calculadora de IMC



KG
cm
anos

 

(c) BMI-Rechner.net/es/ | IMC

Calc. IMC Tabela Dieta Pontos

(c) BMI-Rechner.net/es/ | IMC

Calc. IMC Tabela Dieta Pontos

 

Depois de calcular, para saber qual é a sua situação, você deve encontrar o seu índice na ilustração:


Este é um cálculo de risco, não significa que você tenha ou não uma hérnia. Existem outros fatores que também estão associados a um risco aumentado de dor lombar são eles:

    • Tabagismo
    • Sedentarismo
    • Trabalho físico pesado
    • Postura de trabalho muito estática
    • Inclinar e girar o tronco freqüentemente
    • Levantar, empurrar e puxar
    • Trabalho repetitivo com ou sem vibrações

 

 E é bom saber, que mesmo que você tenha uma hérnia de disco, ela pode ser ASSINTOMÁTICA. 
Isso mesmo, pode não causar dores!!! Se um exame de Ressonância ou Tomografia indicar uma hérnia de disco não saia correndo pensando que terá que fazer cirurgia!! Muita calma nesta hora!
Esse é um dado muito importante, pois atualmente realiza-se muitos exames de imagem como Ressonâncias e Tomografias, e é muito comum a presença de hérnias de disco que não são diretamente responsáveis pelos sintomas, no entanto não é incomum o paciente ficar preocupado com o laudo e passar a tomar medidas que acabem prejudicando ainda mais a saúde da coluna, como por exemplo, a suspensão de atividades físicas. 
Após os 50 anos, 30% das pessoas apresentam alguma forma assintomática desse tipo de problema na coluna.

Então ter hérnia disco não significa nada se ela não vier acompanha de sintomas como:

– Dor lombar que pode irradiar para as pernas;

– Formigamentos e dormências de pernas;
– Fraqueza muscular;
– Perda de sensibilidade das pernas.

Se você apresenta algum destes sintomas deve procurar um médico para avaliar por meio de exames específicos.

A TERMOGRAFIA MÉDICA é um exame funcional, diferente da Ressonância ou Tomografia, só resulta alterada nos casos de dor.
Isto é, quando a hérnia de disco tem relação realmente com a dor. Nas hérnias de disco assintomáticas a TERMOGRAFIA MEDICA não é positiva e portanto, assim previne-se o risco de uma cirurgia desnecessária.
A TERMOGRAFIA MÉDICA também serve para documentar outras causas de dores (como espasmo musculares, doenças articulares degenerativas e sacroiliítes) que não tem relação com a hérnia de disco e cujo tratamento é totalmente diferente.

 

AVISO IMPORTANTE:

O conteúdo deste site é de caráter educativo e não deve ser considerado consulta médica, provável diagnóstico ou tratamento recomendado.
Fonte:
Site educativo do Dr. Marcos Brioschi, médico. Medicina diagnóstica, termografia médica para diagnóstico da dor, prevenção de lesões esportiva e no trabalho, atividade metabólica, risco cardiovascular, avaliação da mama.
 
http://infraredmed.com/2017/03/15/como-calcular-o-risco-de-hernia-lombar/
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn